01 setembro 2010

O outro

Não quero mais ser o outro.
Dei um basta, joguei fora o que não me pertence.
Nao quero mais ser o outro
Quero ter meus próprios pensamentos
e fazer as minhas próprias escolhas.
Nao quero mais ser o outro.
Sorrir para aliviar o outro
Falar somente o que o outro quer ouvir.
Nao quero mais ser o outro.
Quero falar o que pensar, chorar quando a dor apertar.
Quero cantar a cançao que gosto, calar e ouvir o silencio.
Nao quero mais ser o outro.

1 comentários:

Vinícius Flores disse...

E enquanto uns tentam se soltar, outros tentam se prender.

Lindo!

Enviar um comentário